Líder do governo cumprimenta Rodrigo Pacheco por compromisso com diálogo e equilíbrio

Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou nesta quinta-feira (8) que a agenda que pavimentou a retomada da economia não pode ser contaminada pela disputa política exacerbada

16

O líder do governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou nesta quinta-feira (8) que a agenda que pavimentou a retomada da economia não pode ser contaminada pela disputa política exacerbada e cumprimentou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), pelo compromisso com a moderação e o diálogo.

“Estamos vivendo momentos de grande tensão política, de grande radicalização, e Vossa Excelência, com a sua trajetória, com o berço político de Minas Gerais, reafirma o compromisso com a moderação, o equilíbrio, a concórdia, fazendo um apelo a todos que integram o Senado Federal, para que a gente possa pautar as nossas ações pelo respeito e o diálogo”, disse Fernando Bezerra em discurso no plenário.

Segundo ele, “no afã de impor uma narrativa enviesada” sobre as ações do governo no combate à pandemia, direitos e garantias constitucionais têm sido ameaçados. “Que os episódios de ontem sirvam de exemplo para que não nos afastemos do equilíbrio, da moderação e do elevado espírito público que devem pautar a atuação parlamentar”, acrescentou, em referência à prisão do ex-diretor do Ministério da Saúde Roberto Dias por perjúrio, determinada pelo presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM).

O líder do governo destacou que 80 milhões de brasileiros já receberam a primeira dose contra Covid, o que representa mais da metade da população vacinável, com mais de 18 anos de idade. “Esse é o caminho: imunizar no menor tempo possível para que o País possa retornar à normalidade. Vacina, consolidação fiscal e reformas compõem o tripé da retomada e criam as bases para um novo ciclo de crescimento e prosperidade em nosso país.”

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA