Os novatos para a Câmara dos Deputados em 2022

Com 25 vagas em disputa, a eleição para deputado federal no próximo ano tem tudo para ser bastante movimentada

14

Com 25 vagas em disputa, a eleição para deputado federal no próximo ano tem tudo para ser bastante movimentada, pois além da maioria dos atuais parlamentares que tentará a reeleição, alguns nomes novatos chegam com boas chances de vitória.

Nos bastidores, dos totalmente novatos na política, há forte expectativa para o ingresso de Pedro Campos, irmão do prefeito João Campos, na tentativa por uma cadeira na Câmara Federal. Ele manteria a tradição da família Campos de há muitos anos ter um representante em Brasília.

Dos ex-deputados, Mendonça Filho, derrotado em 2018 para o Senado, tentará o seu quarto mandato na Câmara Federal. Outro nome que pode vir a tentar um mandato na Câmara Federal é o senador Fernando Bezerra Coelho, que já decidiu que não tentará a reeleição, e apesar de dizer que não será candidato em 2022, muitos acreditam que ele poderá tentar voltar para a Câmara.

Mas é na Assembleia Legislativa de Pernambuco que está o celeiro de novos pretendentes a representar o estado na Câmara Federal. No PSB, os atuais estaduais Clodoaldo Magalhães e Lucas Ramos já decidiram pela tentativa de um mandato em Brasília, no PT, a deputada estadual Teresa Leitão, que está há cinco mandatos na Alepe, já bateu o martelo e tentará ser deputada federal.

O deputado estadual Guilherme Uchôa Junior, atualmente filiado ao PSC, também será candidato a um mandato na capital federal. Ele já tinha projeto de ser federal em 2018, mas acabou recuando para a Alepe após o falecimento do seu pai, que era candidato à reeleição. Por fim, o PP surge com dois nomes competitivos para dobrar sua bancada em Brasília. O vereador do Recife, Eriberto Rafael, é dado como certo na disputa do próximo ano, assim como o vice-presidente do partido, Lula da Fonte, que também tentará ser deputado federal.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA