TCU pode coroar carreira de Fernando Bezerra Coelho 

Ao longo de quarenta anos de vida pública, ele ocupou importantes cargos no estado

12

Herdeiro político da poderosa família Coelho, Fernando Bezerra iniciou sua trajetória política como deputado estadual em 1982, quando tinha apenas 25 anos. Ao longo de quarenta anos de vida pública, ele ocupou importantes cargos no estado, como secretário da Casa Civil, de Agricultura e de Desenvolvimento Econômico, nos governos Roberto Magalhães, Miguel Arraes e Eduardo Campos, respectivamente.

Além destas funções, foi deputado federal por dois mandatos até ser eleito pela primeira vez prefeito de Petrolina em 1992, cargo que ocupou por três ocasiões, depois ocupou o importante Ministério da Integração Nacional em 2011 e por fim foi eleito senador da República em 2014.

A bela trajetória de Fernando Bezerra faltou um cargo que ele acalentou por anos, que foi o de ser governador de Pernambuco. Este sonho muito provavelmente não será concretizado, uma vez que decidiu passar o bastão para o seu filho Miguel Coelho, que é o nome do Democratas para a disputa de 2022. Porém, a possível ida para o Tribunal de Contas da União, em substituição ao ministro Raimundo Carrero, poderá ser um justo encerramento na vida pública para um homem que dedicou seu tempo e sua energia a Petrolina, a Pernambuco e ao Brasil.

Se confirmada a ida para a mais alta corte de contas do país, Fernando Bezerra Coelho justificaria sua saída de disputas de mandatos eletivos e assim como fez por todos os cargos que passou, tem tudo para realizar um excelente trabalho naquela corte, a exemplo dos pernambucanos José Múcio Monteiro, José Jorge, Marcos Vilaça e Ana Arraes que desempenharam muito bem suas funções no TCU.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA