Cinco pessoas são presas em ação contra venda de cigarros eletrônicos avaliados em R$ 200 mil, no Recife

Operação Smoke foi realizada, nesta quarta (8), pela Polícia Civil, Receita Federal, agência estadual de Vigilância Sanitária e Procon. Ação ocorreu em lojas na capital pernambucana.

0

Cinco pessoas foram presas, nesta quarta-feira (8), em uma ação realizada em lojas que vendem cigarros eletrônicos, no Recife. Segundo a Polícia Civil, os produtos apreendidos durante a operação Smoke estão avaliados em R$ 200 mil.

Ainda segundo a polícia, os cinco presos são brasileiros. A corporação não informou, no entanto de quais estados eles são oriundos. As capturas e apreensões de cigarros eletrônicos e essências usados por quem usa esse tipo de produto ocorreram na capital pernambucana.

Cigarros eletrônicos e outros produtos foram apreendidos, nesta quarta (8), em lojas localizadas no Recife  — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Cigarros eletrônicos e outros produtos foram apreendidos, nesta quarta (8), em lojas localizadas no Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Operação Smoke foi realizada pela Delegacia de Polícia de Crimes contra o Consumidor. Também estiveram na ação integrantes da Receita Federal, Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) e Procon.

Ao todo, quatro estabelecimentos comerciais foram alvo da operação. As equipes apreenderam oito volumes, contendo cigarros e outros objetos.

A Polícia Civil não detalhou quais os crimes foram atribuídos aos cinco presos. Os detalhes da operação serão repassados na quinta (9), em entrevista coletiva, no Recife.

A Receita Federal informou que as lojas vendiam cigarros eletrônicos e essências. São produtos proibidos no Brasil. Por isso, a prática é enquadrada como contrabando.

Receita Federal participou de operação contra a venda de cigarros eletrônicos e essências, no Recife — Foto: Receita Federal/Divulgação

Receita Federal participou de operação contra a venda de cigarros eletrônicos e essências, no Recife — Foto: Receita Federal/Divulgação

Segundo a Receita Federal, participaram da ação integrantes da Divisão de Repressão na 4ª Região Fiscal.

Três das lojas fiscalizadas ficam em Boa Viagem, na Zona Sul. Duas delas, funcionam em shoppings centers. O outro estabelecimento não teve o endereço informado pela Receita.

Proibição

Desde outubro de 20202, os cigarros eletrônicos estão proibidos em ambientes coletivos públicos ou privados em Pernambuco. É o que determina a Lei nº 17.087, promulgada pela Assembleia Legislativa (Alepe).

Essa norma altera a Lei nº 12.578, de 13 de maio de 2004. Assim, foram estabelecidas normas que complementam a Legislação Federal que trata do uso e consumo de produtos fumígenos no estado.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA