Homem é preso por matar artista de rua a facadas dentro de metrô em movimento; ‘carinhoso e justo’, diz mãe sobre vítima

Captura ocorreu nesta quarta (22), um dia depois do crime. Passageiros que usam o Metrô do Recife reclamaram da violência e da insegurança do sistema.

0

A polícia prendeu em flagrante, nesta quarta (22), um suspeito de assassinar um artista de rua dentro de um metrô em movimento, no Recife. Bruno Henrique, de 22 anos, levou facadas na terça (21), entre as estações Imbiribeira e Antônio Falcão, na Linha Sul. O crime deixou apavorados passageiros e funcionários do sistema metroviário.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito, que não teve o nome nem idade divulgados, foi preso por volta do meio-dia desta quarta, nas proximidades do Mercado de Afogados, na Zona Oeste da capital pernambucana.

A captura foi efetuada por equipes da 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios (DHP), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Pouco antes da prisão do suspeito, a mãe de Bruno Henrique, Lucicleide Maria dos Santos, falou sobre o jovem, em uma entrevista à Globo.

A mãe da vítima esteve no Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, na área central da cidade, para liberar o corpo do rapaz. Ela afirmou que o filho era “um amor de pessoa”.

Lucicleide disse, ainda, que “não tinha palavras para descrever o filho”, a quem chamou de “carinhoso e justo”.

Sobre a possível motivação do crime, ela disse que “acredita que pessoas que têm um coração mau mesmo. “Se alguém dissesse que ele fez uma coisa ele não fez ele até o fim”, afirmou.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA