Carro fura bloqueio, atropela mulher que saía de protesto no Recife contra Bolsonaro e foge sem prestar socorro

Atropelamento aconteceu por volta das 12h30 deste sábado (2), na Avenida Martins de Barros. Vítima é uma advogada de 28 anos, que foi socorrida para hospital.

13

Uma mulher de 28 anos que participava de um protesto pacífico contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), neste sábado (2) no Recife, foi atropelada por um carro ao sair da manifestação. O motorista do veículo fugiu do local sem prestar socorro à vítima.

O atropelamento aconteceu por volta das 12h30, na Avenida Martins de Barros, próximo à Ponte Maurício de Nassau, no bairro de Santo Antônio. A vítima foi uma advogada que integra a Comissão de Advocacia Popular da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) e preferiu não ser identificada.

Ela foi atropelada e arrastada por metros na via, por um carro Jeep Renegade de cor preta e placa QYJ2E95, que furou um bloqueio feito por manifestantes. Uma servidora pública que presenciou o atropelamento contou que o motorista do veículo acelerou, em vez de frear, apesar dos gritos de quem estava presente no local.

A advogada foi atropelada enquanto caminhava, junto com outros manifestantes, para uma ocupação onde seria realizado um ato após o protesto. A vereadora do Recife Dani Portela (PSOL) contou ao g1 o que viu no local do atropelamento.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) enviou equipe ao local do atropelamento. A mulher atropelada foi socorrida por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel (Samu) para o Real Hospital Português, unidade de saúde particular localizada no bairro do Paissandu, na área central do Recife.

TV Globo entrou em contato com o hospital, para solicitar o estado de saúde da paciente, e com as polícias Militar e Civil, para saber se a ocorrência foi registrada, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA